Propaganda enganosa

Esses dias vi uma propaganda do CONAR, afirmando que pune e está de olho nas propagandas enganosas.

Será que o CONAR pode punir a própria propaganda? Acho que ela é meio enganosa. No fundo, qualquer propaganda é enganosa. Se você pode vender sensações e atrelá-las a produtos, você está enganando. Se se sentir bacana é o efeito de uma propaganda da nike, sentir-se popular o efeito de um propaganda de cervejas, sentir-se bonito e irresistível o efeito de uma propaganda de desodorante, bem, então é tudo mentira. E no fim, é mentira dizer que se combate a propaganda enganosa, porque hoje em dia não há como a propaganda ser verdadeira. É claro que o nível básico das propagandas e seus “interesses ocultos” é para quem tem QI de abóbora. Uma propaganda qualquer mostra que um cara passa o desodorante e 50 gostosas pulam no colo dele. Se você é mais esperto que uma abóbora, vai sacar que isso é uma coisa sugestivamente estúpida. O problema é que funciona.

Daí vêm as propagandas mais cruéis, como aquela em que o cara fica feliz em dar um celular para a filha, depois de se separar. Putz, o publicitário tem que ser muito escroto para vender em cima da dor dos separados. Isso é ou não propaganda enganosa? Pra mim é. Enganosa e cruel, deveria ter um agravante na punição. Mas não acho que seja isso que o CONAR chame de “enganoso”, senão teria que punir a si mesmo.

Ou será que dá pra ter propaganda sem vender emoções que não tem relação nenhuma com o produto? Se tiver, sou a favor.

Enfim, se pelo menos a propagandas de cerveja e bebida fossem banidas, já seria algo. Ou tem sentido vender cerveja e vodka como coisa de gente festiva, popular, sarada e descolada? Já se proibiu as propagandas de cigarro, porque não as de bebida? É um pusta problema social o que a bebida causa, será que não dá para acabar ao menos com esse tipo de propaganda?

E por falar em propaganda enganosa, será que o CONAR pode punir jornais que divulgam pesquisas eleitorais com propaganda enganosa? Olha essa do estadão. Ou essa do diário do comércio? Aliás, veja no NPTO um texto legal sobre o método César Maia de análise de pesquisas. No fim, estamos todos enganados!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s