O fim da picada

Há um bom tempo venho me irritando profundamente com as propagandas de banco.

Você sabe, antes banco era lugar para pôr o dinheiro e as propagandas queriam te convencer que no banco tal a coisa ia render mais.

Mas agora, ah, agora. O banco é seu amigo, ele que estar junto com você. Ele é seu apoio, seu suporte, sua relação mais duradoura.

É assustador o banco dessas propagandas insuportáveis (vamos fazer juntos?). O banco é legal, ajuda todo mundo, faz um mundo melhor.

Isso depois de uma bancarrota geral causada justamente pela filadaputice bancária mundial. Ah, quando eu vejo um banco querendo ser meu amigo, eu saco meus sarcasmos.

É a expressão dessa ideologia monetária se entranhando no nosso inconsciente. Ah, cadê o Gramsci pra dizer o que é isso?

Mas nada foi pior do que o que vi hoje no discovery kids, junto com meus pimpolhos: propaganda de banco pra crianças de menos de cinco, seis, sete anos? Não acredita? então veja.

É o puro horror. Isso pode? Os caras podem invadir os desenhos das crianças para fidelizar desde tenra idade? Ninguém vai falar nada? Cara, é o fim da picada!

Imagem da propaganda do Santander

Anúncios

2 comentários em “O fim da picada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s