Futurologia econômica

O Euro vai acabar. Os mercados já estão precificando esse final.

Você lembra de 2008? A crise veio com o fim do Leman’s, um banco que tinha uns 150 bilhões de dólares em bonds (o cara vende um papel e te paga um tanto de juros em intervalos regulares – o papel tem um valor, que pode ser diminuído com crises, como os papéis da Grécia). A Itália tem 2,5 trilhões de dólares em bonds.

O profeta do caos de 2008, Roubini, através de sua empresa de investimentos, diz o seguinte da Itália:

“A dinâmica da dívida italiana se tornou insustentável, com as perspectivas de crescimento bem menor que o esperado e a elevação dos custos para emprestar. Depois de uma forte queda na confiança do mercado e de uma ‘greve’ dos compradores, acreditamos que a Itália será forçada a reestruturar sua dívida soberana. O ambiente de crescente incerteza política na Itália tornou o país incapaz de enfrentar os desafios atuais… Acreditamos que a Itália passou do ponto de não-retorno e será forçada a fazer uma reestruturação de sua dívida talvez ainda em 2012″.

Mike Whitney faz uma previsão bem realista, se você preferir.

Isso significa um defaut da Itália, o que é um calote, para quem não sabe. Um calote de 2,5 bilhões quebra o sistema financeiro Europeu. Quebra bancos italianos, quebra bancos da Europa inteira. Quebra bancos americanos, mano.

Mas antes disso, um país como Grécia pode sair do Euro no peito. (Se eu fosse Grego estaria lutando para sair do euro, mas o fetiche da Europa fala mais alto – veja aí um post anterior).

Você já pensou no que aconteceria na prática se um país saísse do Euro? Primeiro, ele não ia avisar, senão promoveria uma corrida bancária que quebraria os bancos. Então você não vai saber da saída de um país de antemão: vai saber a posteriori. A primeira reação seria o pânico nas bolsas e uma baixa histórica, o desmantelamento do Euro: todo mundo ia apostar contra o Euro. Os outros teriam que sair na marra, pois todo mundo vai querer se livrar de Euro, que vai cair no chão. Os governos fortes terão que voltar às moedas antigas para garantir o valor do dinheiro. Será uma confusão sobre quanto vale o Euro e quem pode trocar quanto e onde. Você não vai querer estar nessa confusão.

Temos alguma experiência em troca de moedas e sabemos o trauma que isso causa. Imagine isso acontecendo por contágio em vários países. Haveria alguma chance de isso acontecer com coordenação e ordenadamente, mas eu truco.

Quando isso acontecer, e as bolsas derreterem no mundo todo, se seu dinheiro estiver lá, so sorry.

O profeta do caos, o Roubini (que quase tem nome de mágico), está investindo em … cash. Numa entrevista anuncia que recomenda o envestimento em dinheiro. Para se garantir do crash, o melhor é grana na mão (se não for euro, claro). Isso porque como o rebanho do mercado vai correr para os títulos americanos, o dolar vai se valorizar. Talvez alguma outra moeda também, mas principalmente o dólar. A essa altura muita gente deve estar comprando dólares por aí.

O jogo está jogado e, se eu tivesse grana na bolsa, correria para tirar. Se tivesse dólares na mão, ficaria com eles.

Aqui no Brasil, o governo vai ter que mexer com a taxa de juros, prá baixo, claro, mesmo com saída de dólares.  Não haverá mais abundância de exportações, e nosso mercado interno vai ser alvo de cobiça internacional. Muitos apostam que o mercado interno garante o nível de emprego e o consumo, mas pode ser que o baque seja maior. Haverá outro blackout de crédito, e nossa sorte é a existência de bancos fortes e públicos (ou meio públicos).

Se eu tivesse dinheiro em banco espanhol, estaria com medo. Durante a crise, duvido que alguma aplicação (além do ouro, que vai subir à estratosfera) renda mais que a poupança, pra desespero do mercado financeiro. Se você acredita piamente nos gurus do investimento, boa sorte.

Basicamente, o mar não estará para peixe.

Em rio com piranha, jacaré nada de costas
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s